O que esperar do mercado de trabalho para 2022?

tendências profissionais para 2022

O cenário para 2022 é um tanto complexo, mas, ao mesmo tempo, fascinante. De um lado, estão os desafios e as sequelas deixadas pela pandemia da Covid-19 na sociedade, economia e mercado de trabalho. No entanto, por outro, há uma infinidade de oportunidades que entrarão em voga logo no primeiro semestre do ano e prometem mudar a realidade de vida pessoal e profissional de centenas de pessoas. 

Novidades como a implantação da tecnologia 5G que, após uma longa espera, chegará ao Brasil. Internet e comunicação nunca estiveram em um estágio tão avançado como estarão em 2022.

Enquanto setores da economia ainda vacilam, outros terão significativos ganhos e crescimento. O segredo é estar atento aos sinais que o próprio mercado dará nos próximos meses e saber onde investir, seja na sua carreira ou na sua vida pessoal/profissional.

É claro que assuntos tão delicados podem ser confusos, mas aqui vão algumas dicas para facilitar seu entendimento e, claro, sua inserção neste mercado. 

Saiba investir profissionalmente nas melhores áreas

Segundo projeções feitas por mais de 100 instituições financeiras e consultorias para o Boletim Focus, do Banco Central, o Produto Interno Bruto (PIB) vai crescer 1,54% em 2022. 

Quais são as áreas profissionais promissoras para se investir em uma pós, uma graduação ou mesmo uma certificação?

Veja a lista a seguir:

  1. Telecomunicações
  2. Finanças e contabilidade
  3. Engenharias/Edificações
  4. Energias renováveis 

Telecomunicações (e Internet 5G)

Este setor começa com uma grande novidade, que chega a 2022, e uma das que mais anima o mercado e promete oportunidades aos profissionais.  

A implantação da tecnologia 5G terá um impacto profundo na rotina dos brasileiros e também na economia do país. Estima-se que serão recolhidos R$ 70 bilhões em impostos e contribuições até 2025, e gerados cerca de 205 mil empregos diretos.

tendências profissionais para 2022

Muitas empresas estão se preparando e estruturando suas equipes com técnicos em telecomunicações. 

O leilão realizado pelo Governo Federal, por meio do Ministério das Comunicações e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em novembro, foi o primeiro grande movimento em direção a essa mudança que deverá ser rápida: o novo sistema deverá estar operando nas capitais e no Distrito Federal até 31 de julho de 2022.

A urgência na migração para o 5G está atrelada ao desenvolvimento econômico e ao potencial competitivo do país durante a próxima década. Especialistas apontam que esse avanço tecnológico estará intimamente ligado aos processos estruturantes de uma nação e de todos os seus setores. 

Finanças e Contabilidade

Essa, além de ser uma área que vem crescendo e se destacando no mercado na última década, ganhou um novo impulso no período da pandemia, devido à facilidade de ser realizada em casa (home office). 

A tecnologia se tornou uma aliada que melhorou o desempenho do trabalho do profissional de contábeis e, assim, hoje se percebe um aumento na procura por profissionais qualificados neste segmento. 

Para 2022, as empresas irão buscar contratar profissionais que contam com uma boa gestão contábil. Afinal, contabilidade não é só fazer contas. Planejar e aconselhar sobre tomada de decisões, investimentos e passos para o crescimento já faz parte do papel da gestão contábil.

As habilidades técnicas mais demandadas serão o domínio da automação de processos, conhecimento em sistema ERP (em português, sistema de gestão integrado), business intelligence (BI), que é a prática de análise empresarial por visualização de dados que apoia a tomada de decisões, além da constante atualização sobre novas normas contábeis, como, recentemente, a que estabelece contratos de seguros e a revisão nº 2 da NBC do Auditor Independente (NBC TA) 315.

Engenharias 

Como é perceptível, a pandemia afetou alguns segmentos das engenharias, como a Engenharia Civil. Mas com a volta do trabalho presencial e com o mercado dando sinais de alívio em alguns nichos, alguns ramos da engenharia já avistam uma melhora no cenário.

Como citado acima, a Engenharia Civil prevê um crescimento lento para o primeiro semestre de 2022. No entanto, as engenharias voltadas à tecnologia e inovação tendem a crescer

De acordo com o presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), Joel Kruger, durante a pandemia, diversos setores voltados às engenharias não pararam e a expectativa é que continuem crescendo em 2022. 

“Não paramos. É claro que houve dificuldade, mas nossa atividade continuou. Neste momento, em que a pandemia está mais branda, as pessoas voltaram a se planejar, a comprar imóveis. Estamos muito otimistas para 2022”, disse. 

Essa tendência positiva também se mostra para o segmento de edificações, que dependendo do serviço do profissional, pode estar ligado às engenharias. Para esse nicho, a expectativa é ainda melhor, pois quem possui conhecimentos na área de edificações terá um enorme leque de atuação e pode trabalhar no setor de construção civil onde pode desenvolver, planejar, calcular orçamentos e fazer a manutenção de obras.

Nesta área, pode-se também coordenar e acompanhar uma equipe, na execução de um trabalho, com planejamento ou coordenação técnica e de executar uma obra.

Tudo isso, faz com que o profissional deste ramo tenha em mãos a possibilidade de crescer e diversificar sua forma de atuação e isso para 2022, promete ser uma tendência.

Energias renováveis

De acordo com o relatório da Agência Internacional de Energia (AIE), as energias renováveis devem responder por aproximadamente 95% do aumento da capacidade de energia do mundo até 2026. 

Esse crescimento, que já foi percebido neste ano, continuará em ascensão em 2022. O mesmo órgão anunciou que, a cada novo semestre, novos recordes são alcançados, com a energia renovável se mostrando capaz de atender cada vez maiores populações e demandas. 

Com o aumento da demanda pela energia renovável em todo o país, aumentou-se também a demanda por profissionais capacitados para atuar nessa área. Conhecimentos relacionados às engenharias e novas tecnologias são bem-vindos e o mercado dá sinais de que, para este segmento, há falta de mão de obra especializada.

E agora? O que fazer? 

Se você já atua nessa área, ou pretende mudar de área, agora é o melhor momento. O mercado está em busca de mão de obra qualificada e profissionais que conseguem se capacitar e buscar oportunidades nesses nichos tendem a se destacarem.

Uma dessas formas de qualificação é a certificação técnica por competência.

A certificação é um processo que comprova que profissionais com conhecimento técnico – mas sem esse diploma – têm habilidades adquiridas por sua experiência no mercado de trabalho

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei nº 9394/96), que cria a certificação por competência, permite dar reconhecimento a quem de fato conhece detalhes de atuação de uma determinada profissão por tê-la exercido pelo período mínimo de dois anos. 

As pessoas certificadas também precisam ter o ensino médio completo e ter completado 18 anos.

O processo dura, no máximo, três meses, é 100% online, e reconhecido pelo Conselho Nacional de Educação, pelo Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) do Ministério da Educação (MEC) e por todos os conselhos de classe.

Para mais detalhes sobre os procedimentos, basta acessar o site: tecnicoporcompetencia.com.br.

Agora que você sabe quais são as seis áreas profissionais que vão continuar crescendo em 2022, e que possuir uma qualificação adequada é essencial, precisa conhecer essa informação valiosa.

O Instituto de Educação Tecnológica da Amazônia (IETAAM) auxilia profissionais a fazerem sua certificação técnica em mais de 27 áreas do mercado de trabalho.

Já são mais de 5000 profissionais certificados em todo o Brasil.

Essas profissões, mesmo estando em alta e com carência de mão de obra, exigem conhecimento técnico na área e certificação por competência (certificação técnica). Aqui no IETAAM, você consegue conquistar  o seu diploma e se preparar para um ano novo de infinitas possibilidades que vem aí.

 

Desenvolvido pela KAKOI